Header Ads

Por até R$ 40 mil, novidade da LG promete "preto puro" e conversa com a TV




As novas TVs Oled da LG já chegaram ao Brasil. Os novos televisores top de linha da marca sul-coreana têm, entre as principais características, duas inovações: a promessa de um "preto puro" na qualidade da imagem e de que você realmente vai conversar com o aparelho.

Tudo por um preço bem alto, claro: R$ 39.999 no modelo W8, que foi um dos destaques da feira de tecnologia CES 2018, de 65 polegadas, e entre R$ 7.999 (55 polegadas) e R$ 17.999 (65 polegadas) na linha C8.

Os novos produtos foram apresentados na noite desta segunda-feira (16), em evento realizado em São Paulo. A linha W8 já estará disponível a partir de domingo, enquanto a C8 chegará ao país em junho, época de Copa do Mundo.

O grande diferencial prometido pelos televisores é o chamado "preto puro". A nomenclatura, que pode variar também para "preto perfeito", tem virado uma tendência das fabricantes: dizer que tem uma cor preta mais definida que a concorrência é sinônimo de uma maior qualidade em suas telas.
Além de melhorar a própria cor preta, o preto mais definido ainda otimiza o contraste do aparelho e realça os outros tons de cores. É, atualmente, um Santo Graal para os televisores. E é exatamente o que a LG diz que sua OLED tem - tanto que a campanha de marketing vai ser guiado com as frases "é real ou é LG?" e "só o preto puro cria cores perfeitas".

"Este novo modelo é a melhor TV das melhores TVs em tecnologia e inovação. O modelo W8 é o mais reconhecido e premiado do mundo", apontou Cesar Byun, presidente da LG do Brasil e da América Latina.


Os televisores OLED são um avanço dos modelos de LED. São diodos orgânicos emissores de luz por sua conta própria, dispensando a luz traseira comum a televisores. A OLED também está presente em televisões da Sony, sendo rival do QLED da Samsung.

Inteligência artificial para conversar com a TV
Os modelos OLED de 2018 da LG ainda possibilitarão ao usuário conversar com a sua TV. Fora do Brasil, a própria tecnologia da companhia que permite isso trabalha juntamente com o Google Assistente e o Amazon Alexa - para o nosso país, onde o Google Assistente não está completamente disponível e a Alexa ainda não chegou, a base da LG para permitir a conversação foi totalmente traduzida.

Por meio do recurso, é possível pedir uma infinidade de coisas pela sua voz ao ativar um comando de microfone no controle remoto. Você pode solicitar para ligar e desligar, abrir a Netflix, desligar a TV depois que um programa acabar, ir para o videogame, mudar de modo, aumentar ou diminuir o volume, procurar filmes com um ator, pesquisar trilha sonora e muito mais.

A LG ainda diz que a TV entenderá diferentes expressões faladas pelo usuário para interagir - por exemplo, não será preciso falar de maneira robótica "aumentar o volume para 30", você pode simplesmente dizer "mais alto" que o aparelho vai entender.

O recurso de voz funciona como parte da AI ThinQ da companhia, que integra tanto produtos da LG como de concorrentes e parceiros. Futuramente, as TVs poderão servir como hubs para acessar outros aparelhos domésticos, conectando-se via WIFI ou bluetooth.

Imagem e som
Em termos de imagem, a LG destaca o processador alfa9 na televisão. Ele analisa o objeto que está na imagem e seu campo de profundidade para buscar cores verdadeiras - um algoritmo é utilizado para obter uma renderizacão melhor. Os principais formatos HDR também são suportados na OLED, oferecendo um melhor contraste e imagens mais vibrantes.

O som do televisor é Dolby Atmos, feito em parceria com a Dolby. Presente no modelo W, essa tecnologia, segundo a LG, captura realisticamente o movimento de qualquer objeto e o reproduz em uma ambientação de 360 graus.

Todos os televisores lançados ainda contam com a tecnologia de resolução 4K da LG.

FONTE: UOL

Nenhum comentário

Em instantes seu comentário estará visível.
Obrigado por escolher o Amigos do Azpoint para suas dúvidas.